Ações Afirmativas (Cotas)

 

  • O que é o sistema de Ações Afirmativas?

    Ações afirmativas são políticas públicas feitas com o objetivo de corrigir desigualdades presentes na sociedade, acumuladas ao longo de anos, mais conhecidas como cotas. Nos processos seletivos, o IFC segue o que está estabelecido na Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, com relação à oferta de vagas pelo sistema de Ações Afirmativas.

  • Qual o percentual das vagas destinado para as ações afirmativas (cotas)?

    Estas informações estão disponíveis nos editais dos processos seletivos, publicados no Portal de Ingresso.

  • Quem tem direito de se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Escola Pública?


    Podem se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Escola Pública:

    • • no caso dos cursos superiores de Bacharelado, Licenciatura ou Tecnologia, os candidatos que tenham cursado e concluído o ensino médio integralmente em escolas públicas.
    • • no caso dos cursos técnicos integrado, subsequente e concomitante ao ensino médio, os candidatos que tenham cursado e concluído o ensino fundamental integralmente em escolas públicas.
  • O candidato que estudou em escola privada com bolsa de estudos, parcial ou integral, pode se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Escola Pública?

    Os candidatos que cursaram qualquer período na escola privada, mesmo com bolsa parcial ou integral, ou que cursaram disciplinas isoladas na rede privada de ensino não podem se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Escola Pública.

  • Quem tem direito de se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Baixa Renda?


    Podem se inscrever/matricular, na Ação Afirmativa de Baixa Renda, os candidatos que comprovarem renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo per capita e que estudaram integralmente em escola pública. Para atendimento desta situação, deve-se considerar:

    • • Família: a unidade nuclear composta por uma ou mais pessoas, eventualmente ampliada por outras pessoas que contribuam para o rendimento ou tenham suas despesas atendidas por aquela unidade familiar, todas moradoras em um mesmo domicílio;
    • • Morador: a pessoa que tem o domicílio como local habitual de residência e nele reside na data de inscrição do estudante no processo seletivo da instituição federal de ensino;
      Renda familiar bruta mensal: a soma dos rendimentos brutos auferidos por todas as pessoas da família, calculada na forma do disposto no Art. 7º da Portaria Normativa nº 18/2012 do MEC.
    • • O valor do salário-mínimo é definido anualmente em decreto publicado no mês de dezembro. Para o ano de 2017, ele está definido em R$937,00. Desta forma, 1,5 salário-mínimo equivale a R$1.405,50.
    • • Para saber se um candidato atende ao requisito da Baixa Renda, ele deve somar a renda mensal bruta de todos os membros da família dos últimos três meses, dividir esse valor por três e, em seguida, dividir pelo número de pessoas da família. O resultado deve ser igual ou menor que R$1.405,50.
    • • Esta é apenas uma simulação. Para verificar corretamente se você atende ao requisito da Baixa Renda, leia atentamente o edital do processo seletivo. O que é considerado renda familiar, bem como a documentação necessária para comprovação de renda estão definidos no Anexo I do edital do processo seletivo.
  • Quem tem direito de se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Pretos, Pardos e Indígenas (PPI)?


    Podem se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Pretos, Pardos e Indígenas (PPI) os candidatos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas por meio de Autodeclaração Étnico-Racial e estudaram integralmente em escola pública. Os candidatos aprovados por esta ação afirmativa terão sua autodeclaração aferida e validada no momento da matrícula e o critério para esta análise será o fenótipo, que é o conjunto de características observáveis de um indivíduo.

  • Quem tem direito de se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Pessoa com Deficiência (PcD)?


    Podem se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Pessoa com Deficiência (PcD):

    • • as pessoas que têm impedimento de longo prazo de natureza física, mental intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas, conforme artigo 2º da Lei nº 13.146, de 06 de julho de 2015.
      a pessoa com transtorno do espectro autista, de acordo com art. 1º, § 2o da Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012.
    • • O candidato inscrito nesta Ação Afirmativa deverá apresentar laudo médico ou formulário PcD preenchido (disponível no Portal de Ingresso), atestando que ele se enquadra no art. 4º do Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, atualizado pelo art. 5º, § 1º, inciso I, do Decreto nº 5.296, de 02 de dezembro de 2004 OU no art. 1º, § 1º, incisos I e II, e § 2º, da Lei nº 12.764, de 27 de dezembro de 2012.
    • • Para se inscrever nessa cota, o candidato precisa ter estudado integralmente em escola pública.
  • Quem tem direito de se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Agricultura Familiar?


    Podem se inscrever/matricular, na Ação Afirmativa de Agricultura Familiar, os candidatos oriundos da atividade agrícola. O candidato deverá apresentar os seguintes documentos no momento da matrícula:

  • Quem tem direito de se inscrever/matricular na Ação Afirmativa de Docentes de Escola Pública?

    Podem se inscrever/matricular, na Ação Afirmativa de Docentes de Escola Pública, os candidatos que comprovarem atuação como docente, em algum momento (passado ou presente), na Rede Pública de Ensino. O candidato deverá apresentar os seguintes documentos no momento da matrícula:

    • • Portaria de nomeação; ou
      • Identificação Funcional; ou
      • Declaração, em papel timbrado, carimbada e assinada, da instituição atestando o vínculo; ou
      • Outro documento equivalente.
    • Esta é uma Ação Afirmativa própria do IFC para os cursos superiores de Licenciatura, regulamentada pela Resolução nº 037 – CONSUPER/2016

(mais…)


Processo seletivo dos cursos de graduação (Enem/Sisu)

 

 

  • Posso me inscrever no Sisu do ano corrente com o resultado do Enem de anos anteriores?

    Para se inscrever no Sisu, o candidato deve ter feito o Enem do ano em curso. Não são aceitos os resultados do Enem de anos anteriores.

  • É possível ingressar num curso de graduação do IFC sem ser pelo Sisu?

    O ingresso para os nossos cursos de graduação é feito pelo Sisu. Porém, quando sobram vagas deste processo seletivo, são publicados editais de cadastro reserva ou de vagas não ocupadas. O processo de seleção, nestes casos, é feito pela análise do histórico escolar do ensino médio.

  • Não fui aprovado na primeira chamada. Estou automaticamente inscrito para a segunda chamada?

    Não. Para participar da lista de espera do Sisu (segunda chamada), é necessário indicar isso formalmente no próprio endereço do Sisu na web, acessando o boletim individual e indicando o interesse na lista. Caso tenha sido aprovado(a) e/ou matriculado(a) num curso indicado como 2ª opção, é possível concorrer à vaga do curso que foi indicado como 1ª opção em sua inscrição. Porém, fique atento aos prazos para fazer sua inscrição.

  • Onde posso ver a relação de candidatos inscritos na lista de espera?

    Ela pode ser visualizada no Portal de Ingresso.

  • O IFC aceita Prouni?

    As bolsas do Prouni são para as instituições privadas de educação superior. Como o IFC é uma instituição de ensino pública federal, não temos Prouni.

(mais…)


Processo seletivo dos cursos técnicos subsequentes (sorteio público)

 

  • Como funciona o processo seletivo por sorteio público e quando esse sorteio é realizado?

    O processo seletivo por sorteio público, bem como a data, horário e loca de sua realização estão definidos no edital do processo seletivo. O sorteio é realizado na presença de duas testemunhas, servidores do IFC. Na ocasião, é lavrada ata, a fim de se garantir a lisura do processo. O sorteio é filmado e a gravação disponibilizada no Portal de Ingresso. Mais informações a respeito do sorteio público podem ser acessadas aqui.

  • O candidato inscrito no processo seletivo é obrigado a estar presente no momento do sorteio público?

    Não é obrigatória a presença do candidato no sorteio, porém, como este é um procedimento público, poderá ser acompanhado pelos candidatos inscritos e demais interessados, desde que estes respeitem as normas e os procedimentos definidos para a organização deste processo.

  • Fiz minha inscrição, porém meu nome não aparece na lista preliminar de inscrições homologadas publicada no Portal de Ingresso. O que devo fazer?

    O candidato que não esteja relacionado na lista prévia de inscrições homologadas terá o direito de encaminhar recurso quanto à não homologação. Os recursos referentes à não confirmação da inscrição deverão ser protocolados, em formulário específico (disponível no Portal de Ingresso), no campus para o qual o candidato se inscreveu, no período e horário definidos pelo cronograma do edital do processo seletivo.

    Os resultados dos recursos referentes às inscrições e a homologação final de inscrições estarão disponíveis no Portal de Ingresso também em data definida pelo cronograma do edital do processo seletivo.

  • Fiz minha inscrição, porém meu nome não aparece na lista final de inscrições homologadas publicada no Portal de Ingresso. O que devo fazer?

    O candidato que não esteja relacionado na lista final de inscrições homologados estará eliminado do Processo Seletivo.

  • Como sei se a minha inscrição no Processo Seletivo está confirmada?

    O candidato deverá, primeiramente, verificar se o seu nome está na lista preliminar de inscrições homologadas. Caso não esteja, ele pode encaminhar recurso para corrigir esta situação. Depois, ele deverá verificar se o seu nome está na lista final de inscrições homologadas, publicada no Portal de Ingresso, para ter a confirmação da sua inscrição. O candidato cuja inscrição não foi homologada não participará do sorteio público.

  • Como funciona a lista preliminar de classificados? Tem como saber se o candidato foi aprovado?

    A lista preliminar de classificados divulga apenas posição de cada candidato na ampla concorrência e também nas Ações Afirmativas (cotas), não informando se o candidato está ou não aprovado. Como é uma lista de classificação preliminar, isto significa que ela poderá sofrer alterações até a publicação da lista de classificação final. Além disso, o fato de o nome do candidato constar nesta lista de classificação preliminar não dá direito à matrícula.

  • Verifiquei que, na lista de classificados, o nome de alguns candidatos aparecem mais de uma vez. Por que isso acontece?

    Conforme definido no edital do processo seletivo, todos os candidatos optantes pelo Sistema de Ações Afirmativas (cotas) concorrerão, primeiramente, na Ampla Concorrência e, se não classificados, concorrerão em seu respectivo grupo de Ações Afirmativas. Por isso, alguns nomes aparecem em duplicidade nesta classificação: na Ampla Concorrência e na Ação Afirmativa para a qual se inscreveu. Caso o candidato tenha se inscrito em uma Ação Afirmativa, e o seu nome apareça apenas na relação de classificados da Ampla Concorrência, isso significa que a sua pontuação, nesta classificação preliminar, é suficiente para sua aprovação na referida categoria.

  • Participei do sorteio público, porém não encontro meu nome na publicação preliminar do resultado do sorteio público e/ou não concordo com a minha classificação. Como devo proceder?

    Caso o candidato considere que há algum problema com a sua classificação, caberá recurso, que deverá ser protocolado, em formulário específico (disponível no Portal de Ingresso), no campus para o qual o candidato se inscreveu, em local, data e horário definidos pelo cronograma do edital do processo seletivo

  • Qual é a diferença entre lista de classificados e lista de aprovados?

    A lista de classificados apresenta a situação de TODOS os candidatos que participaram do sorteio público, tanto os aprovados quanto os não aprovados. Nesta lista, o candidato pode verificar a sua inscrição, seu nome, sua posição, de acordo com a ação afirmativa, e seu status. Os candidatos classificados (e não aprovados) são os que NÃO obtiveram pontuação para aprovação imediata e, por isso, devem ficar atentos às próximas chamadas de matrícula, que têm as datas definidas no cronograma do edital do processo seletivo.

    A lista de aprovados relaciona os candidatos que obtiveram a pontuação necessária para realizar a matrícula em data, horário e local definidos pelo cronograma do edital do processo seletivo.

(mais…)


Cursos Ofertados

 

  • Os cursos do IFC são pagos ou gratuitos?

    O Instituto Federal Catarinense, como o próprio nome já fiz, é uma autarquia pública federal ligada ao Ministério da Educação. Todos os cursos ofertados são gratuitos, ou seja, não é preciso pagar mensalidade ou qualquer outra contribuição.

  • O que é um curso Técnico Integrado ao Ensino Médio?

    É um curso planejado de modo que o estudante conclua o ensino médio junto com uma habilitação profissional técnica de nível médio. Esta modalidade é oferecida somente a quem já concluiu o ensino fundamental.

  • O que é um curso Técnico Subsequente ao Ensino Médio?

    É um curso técnico que proporciona ao estudante o diploma de profissionalização em nível técnico. Esta modalidade é oferecida somente a quem já concluiu o ensino médio.

  • O que é um curso Técnico Concomitante ao Ensino Médio?

    É um curso técnico cursado simultaneamente (ao mesmo tempo) ao ensino médio. Sua conclusão gera ao estudante o diploma de profissionalização em nível técnico. Esta modalidade é oferecida somente a quem está cursando o ensino médio em outra instituição de ensino.

  • O que é um curso superior de Bacharelado?

    Os cursos desta modalidade preparam bacharéis habilitados para atuarem profissionalmente na área de sua formação. Os cursos oferecem sólida formação teórica e prática, servindo como suporte para uma boa base científica ao estudante. No IFC, os cursos de bacharelado têm duração de quatro a cinco anos.

  • O que é um curso superior de Licenciatura?

    Os cursos de licenciatura têm o objetivo de formar profissionais aptos a trabalhar em ambientes educacionais, em todos os níveis de ensino (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino superior). No IFC, os cursos de licenciatura têm duração de quatro anos.

  • O que é um curso superior de Tecnologia?

    Os cursos tecnológicos têm como característica o estudo aprofundado de uma determinada área, por isso, têm carga horária menor em relação aos cursos de bacharelado e licenciatura. Por serem cursos de nível superior, os tecnólogos podem dar continuidade aos estudos cursando pós-graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado) e Lato Sensu (Especialização). No IFC, a duração média dos cursos de tecnologia é de três anos.

  • Quem pode fazer um curso superior de Bacharelado, Licenciatura ou Tecnologia?

    Estes cursos são oferecidos somente a quem já concluiu o ensino médio.

  • Os cursos de Tecnologia são considerados cursos superiores?

    Sim, os cursos tecnologia são uma modalidade de curso superior.

  • Quais são os cursos ofertados pelo IFC?

    A relação dos cursos ofertados pelo IFC está disponível no nosso Guia de Cursos.

  • Qual o horário das aulas dos cursos?

    Nos editais dos processos seletivos, no quadro de vagas, consta a informação do turno em que cada um dos cursos são oferecidos. Porém, para verificar o horário do curso, o candidato deve entrar em contato com a coordenação do curso no campus em que pretende estudar.

  • Onde encontro a grade curricular dos cursos?

    Para consultar a grade curricular dos cursos ofertados pelo IFC, o candidato deve entrar em contato com a coordenação do curso no campus em que pretende estudar.

  • Onde posso obter mais informações sobre os cursos do IFC?

    Para mais informações a respeito dos cursos ofertados pelo IFC, entre em contato com a coordenação do curso. A relação de contato dos nossos campi está disponível neste link: http://ifc.edu.br/nossos-campus/.

(mais…)