Bolsas de Iniciação Científica (Pró-reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação)

A PROPI oferta bolsas de Iniciação Científica em quatro modalidades, com vigência de 12 meses cada bolsa. Podem participar estudantes do Ensino Médio/Técnico Integrado, Concomitante e Subsequente e de Graduação.

a) PIBIC-EM do CNPq: Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio. Podem participar alunos do IFC no Ensino Médio/Técnico Integrado, Concomitante e Subsequente. Os objetivos da bolsa são fomentar o desenvolvimento da iniciação científica, ampliando a participação dos servidores e alunos nos projetos de pesquisa desenvolvidos; fortalecer o processo de disseminação das informações e conhecimentos científicos e tecnológicos básicos; fortalecer o espírito crítico; desenvolver as atitudes, habilidades e valores necessários à educação científica e tecnológica dos estudantes do ensino médio e profissional; e contribuir para a formação de cidadãos plenos, conscientes e participativos no despertar da vocação científica e no incentivo a novos talentos potenciais em pesquisa e inovação no IFC.

b) PIBIC, PIBIC-Af e PIBITI: O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (PIBIC-Af) estão focados no desenvolvimento da iniciação científica. Esses programas do CNPq visam a concessão de Bolsas de Iniciação Científica e são destinados para estudantes regularmente matriculados nos cursos de GRADUAÇÃO. Já o PIBIC-Af é destinado especificamente aos alunos que ingressaram em algum curso superior do IFC por meio de ação afirmativa. Por último, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação ao Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) visa estimular os jovens do ensino superior nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação. As bolsas têm duração de 12 meses e os objetivos dos programas são fomentar o desenvolvimento da iniciação científica no âmbito do ensino superior no IFC, visando ampliar a participação dos servidores e alunos nos grupos de pesquisa cadastrados no CNPq e certificados pela Instituição; fortalecer o processo de disseminação das informações, conhecimentos científicos e tecnológicos; fortalecer o espírito crítico; desenvolver as atitudes, habilidades e valores necessários à educação científica e tecnológica dos estudantes de graduação do ensino superior; e contribuir para a formação de cidadãos plenos, conscientes e participativos no despertar da vocação científica e no incentivo a novos talentos potenciais em pesquisa e inovação.